ENTENDA A BANCA CESPE

ENTENDA A BANCA CESPE

Olá, estudante.

Meu nome é Alexandre Bento e hoje vamos de uma vez por todas entender a banca CESPE.

Na verdade, o nome mudou para CEBRASPE- Centro de Pesquisa em Avaliação e de promoção de Eventos, mas para os concurseiros continua sendo apenas CESPE.

A banca aplica provas de concursos em todo país, além das provas do vestibular da Universidade de Brasília – Unb e as provas do Programa de Avaliação seriada – PAS da Unb.

Já participou também do consórcio responsável por aplicar as provas do ENEM.

É uma banca com uma grande capacidade e estrutura o que torna suas seleções mais confiáveis.

De todos os concursos que passei, 12 foram aplicados pelo CESPE e era minha banca preferida.

O mais legal na banca é que ela confunde nos itens e isso proporciona que o candidato com melhor estratégia tenha vantagem.

Primeira regra da estratégia: Onde há dificuldade a estratégia é fundamental, pois pode se diferenciar no que as pessoas têm maior dificuldades.

Mas afinal, em que essa banca é diferente?

Há algumas características peculiares:

  • Os itens não são mera memorização, sendo considerados mais inteligentes;
  • É necessária interpretação e entender realmente o assunto;
  • Há uma Interdisciplinaridade nos itens;
  • Normalmente não dá para saber a quantidade exata de questões por disciplina, separando apenas em conhecimentos básicos e específicos.

Outro ponto é que ao invés de você escolher o item correto, no Cespe costuma-se julgar cada item em uma opção binária de Certo e Errado.

Os efeitos práticos são três:

  • Não é possível comparar os itens como nas questões de múltipla escolha;
  • Por ser uma opção binária, o chute é favorecido.
  • Costuma ser mais rápido resolver uma prova do CESPE do que outras provas de múltipla escolha.

Para resolver a questão do chute, criou-se uma penalidade que chamamos de fator de correção.

Normalmente o CESPE utiliza o fator de correção de que uma errada anula uma certa ou duas erradas anulam uma certa.

O fator de correção força o candidato para extremos.

Estar na média não é bom, pois se acertar 50% e errar 50% irá zerar a prova.

Já um candidato com 70% de acerto, salta de 0 para 40% líquido.

Normalmente a aprovação do CESPE costuma ser com uma nota de 60% líquido.

Aqui já temos uma pergunta interessante: vale a pena chutar na prova do CESPE?

Vou fazer um post só para responder isso, pois é uma resposta complexa.

Provas especificamente para o TRE, TRT e para magistratura normalmente são de múltipla escolha, mas permanecendo as demais características da banca.

Essas são as características principais.

Compartilhe com seus amigos.

Alexandre Bento

Especialista em preparação de alto desempenho para concursos e vestibulares, ministrando cursos e palestras acerca do tema.

Nomeado em 15 cargos públicos efetivos e atualmente é Analista da Agência Nacional de Aviação Civil – ANAC, na área de Orçamentos públicos.

Cocriador do Método Tríade de Coaching de Concursos, Vestibulares e Enem.

Criador do canal Meu Estudo, que traz o melhor conteúdo de Técnicas de Estudo, motivação e ferramentas para potencializar seus estudos.

Criador do canal Minhas Questões de Concursos, que traz questões comentadas de concursos públicos.

Criador do canal Minhas Questões ENEM, que traz questões comentadas do ENEM.

Inscreva-se no canal Meu Estudo para acompanhar as técnicas, sacadas, dicas e orientações de produtividade e planejamento nos estudos.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This