produtividade nos estudos

Alimentação e produtividade nos estudos: saiba como hábitos saudáveis podem te ajudar

Quem se dedica aos livros e apostilas vive buscando soluções para aumentar a produtividade nos estudos. Por exemplo, pesquisa-se sobre métodos de gestão de tempo e organização do conteúdo. Mas muita gente se esquece de que uma boa alimentação é um hábito que precisa também fazer parte da rotina.

Os nutrientes certos e consumidos em determinado período na fase de estudos podem garantir um bom desempenho cognitivo. Incluindo o nutriente adequado na dieta, vai ser possível aprender mais e melhor.

Quer saber mais? Acompanhe este texto e descubra quais alimentos são essenciais nas 3 fases de preparação para provas ou concursos. Confira!

1. Alimentação durante os estudos para a prova

Não adianta começar a se alimentar adequadamente um dia antes da prova. O desenvolvimento de nossas capacidades cognitivas exige tempo e por isso uma boa alimentação deve ser aplicada o quanto antes.

Sendo assim, quando você iniciar os seus estudos procure incluir na sua dieta ingredientes com altos níveis de vitamina B6. Essa substância auxilia na eficiência das conexões cerebrais e pode ser encontrada na carne de frango, em cereais integrais e na banana.

Também é preciso estimular a memória. Uma vitamina essencial para gerar esse benefício é a colina. Essa substância está presente na gema do ovo. Ela é fundamental para a formação de fosfolípidos, componentes de todas as membranas celulares e essenciais para a formação da memória.

2. Alimentação na semana de prova

A alimentação na semana de uma prova deve garantir que o cérebro mantenha conexões mais ágeis. Afinal, há pouco tempo para aprender algo novo e é preciso relembrar o que se estudou. 

Para tanto, é interessante incluir na alimentação os ácidos graxos poli-insaturados. Essas substâncias ajudam a regular a energia no cérebro e aumentam a rapidez com que uma informação é transmitida entre as células nervosas. Você pode encontrar esse potentes componentes na linhaça, no azeite e no óleo de canola.

Outra característica importante nos dias que se antecedem as provas é não perder o foco. Geralmente, os sinais de cansaço e ansiedade começam a aparecer, e a alimentação deve ser usada para equilibrar esses efeitos.

Para tanto, uma recomendação é consumir chá verde. Ele tem propriedades que aumentam a concentração e tem efeito mais prolongado do que o café. Deve-se evitá-lo ingerir antes de dormir para não perder o sono.

3. Alimentação no dia da prova

Ansiedade, nervosismo, tremedeira e fraqueza física. Essas são algumas manifestações na mente e no corpo de muitos estudantes no dia da prova. Para ficar mais tranquilo e ter energia, o ideal é caprichar no café manhã. Recomenda-se comer frutas com aveia, pão integral e um ovo caipira.

Para o almoço, e geralmente a última refeição antes da prova, não fugir do tradicional arroz com feijão. Pode-se ingerir uma carne magra ou peixe. Também é importante fazer um prato de salada com brócolis, tomate, alface e couve-flor, por exemplo.

Durante a prova, é bom ingerir um doce ou barra de chocolate. O açúcar ajuda a regular a ansiedade e fornece energia para o cérebro funcionar bem.

Essas foram algumas dicas para melhorar a produtividade nos estudos por meio da alimentação. É essencial também que você faça a ingestão de água regularmente durante os estudos. Ela é vital para o bom funcionamento do nosso organismo. Deixe uma garrafinha na mesa de estudos para não esquecer de se hidratar.

Gostou dessas informações? Quer mais dicas para estudar? Então baixe o nosso ebook Gestão de Tempo para Estudantes!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This